segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Crítica do filme Rush - No Limite da Emoção

Rush é um filme emocionante, que nos traz uma excelente história e encanta até mesmo os que não gostam de esportes com automóveis.


Elenco: Chris Hemsworth, Olivia Wilde, Alexandra Maria Lara, Chris Cowlin, Christian McKay, Daniel Brühl, James Michael Rankin, Jamie Sives, Jay Simpson, Lee Asquith-Coe, Lee Nicholas Harris.

Rush – No Limite da Emoção é situado na era dourada da Fórmula 1, e conta a emocionante história de dois dos maiores rivais que o mundo já viu - James Hunt (Hemsworth) e seu metódico e brilhante oponente Niki Lauda (Brühl). Acompanhando a vida deles dentro e fora das pistas, Rush observa os dois pilotos enquanto eles se esforçam para atingir a máxima resistência física e psicológica, onde não há atalho para a vitória, nem margem para erros. Se cometer um erro, você morre.

Isso mesmo, até mesmo os que criticam tanto a Fórmula 1 nos dias de hoje, ou até mesmo as novas gerações que não valorizam ou mal conhecem os grandes heróis do presente e do passado deste fabuloso esporte, vão se encantar com um filme que traz novamente Ron Howard como um diretor criativo e competente desde Uma Mente Brilhante. Podemos dizer que Howard nos devia um filme tão bom quanto aquele que lhe rendeu um Oscar.

Alguns anos antes pudemos conferir o maravilhoso documentário Senna, onde pudemos relembrar aquele que ainda será, para mim, o maior piloto de todos os tempos. Também foi uma maravilhosa obra que as novas gerações puderam conhecer o grande Ayrton Senna. No filme Senna pudemos conferir também a grande rivalidade entre Senna e Prost.

Chris Hemsworth (Thor) conseguiu finalmente um papel que lhe permitiu explorar suas capacidades de atuação sem que estivesse preso ao herói da Marvel. De um lado oposto temos Daniel Brühl (Bastardos Inglórios) que já trabalhou em papeis mais dramáticos e pôde atuar como um dos mais fantásticos pilotos de todos os tempos, Niki Lauda. Ambos atores foram fantásticos e são acompanhados de um elenco igualmente competente.

Uma grande produção, um ótimo trabalho de direção e atores muito competentes. Rush é uma boa pedida para aqueles que gostam de emoção e que gostam de saber mais sobre grandes representantes dos esportes.