segunda-feira, 20 de maio de 2013

Critica do filme O Reino Escondido


Uma adolescente é magicamente transportada para um universo secreto e vai precisar contar com a ajuda dos seres fantásticos que o habitam para conseguir salvar o mundo dos humanos e esse novo reino que ela descobriu de uma força maligna, que ameaça destruir a Terra.

Confesso que me assustou um pouco conhecer uma animação sem ao menos nem ter visto o trailer. Mas eu soube que Chris Wedge (A Era do Gelo) estava na direção do filme, então chamou a atenção.

Um 3D bem feito, cenas muito boas de vôos e perseguições. O cenário combina completamente com a profundidade do 3D e a interação dos personagens. Foi algo bonito de se ver em uma animação.

Infelizmente o filme caiu em desvantagem em um dos requisitos mais importantes do cinema: o roteiro, com a velha luta entre o bem e o mal contada sempre na segurança de seguir a receita do feijão com arroz e também possui o requisito do "amor jovem". Embora eu ache que está acima da média comparando com animações lançadas recentemente, pois criou sua própria mitologia.

Com um pano de fundo já conhecido, personagens secundários para alívio cômico que já até esperamos que apareçam e momentos para refletir com frases bonitas. Tudo isso já era esperado, mas mesmo assim o filme diverte.


É um bom filme para a família, vale o ingresso por ser uma boa diversão, embora a fórmula da história ser a mesma que já vimos tantas vezes. Se quiser fazer valer a pena, confira o filme em uma sala 3D.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente: