quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cenas marcantes que não estavam no roteiro

Segue uma lista de cenas incríveis de filmes que não estavam em seus roteiros.

Os Caçadores da Arca Perdida - 1981

Teria uma luta, porém no dia de filmagem, Harrison Ford estava se sentindo mal e encontraram a solução mais fácil.
 O Poderoso Chefão (1972)

Verdade seja contada, o gato nunca foi parte do roteiro original. Alguns relatos dizem que o felino pulou no colo de Marlon Brando, pouco antes do início das filmagens. Outros relatos dizem Marlon Brando encontrou o gato perambulando pelo set, pegou ele e deu-lhe uma ponta no filme.




O Fugitivo (1994)

Tommy Lee Jones faturou um Oscar neste filme, não foi a toa. Em uma ótima improvisação, quando o personagem do Dr. Richard Kimble (Harrison Ford) lhe aponta uma arma e se declara inocente, ele responde: "I don't care", ou "eu não me importo".





O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath Ledger, faturou um Oscar neste filme mesmo após sua morte. Muitos pensam que foi por "dó", mas não... sua interpretação de Coringa foi uma obra de gênio.

Duas cenas marcaram improvisações fantásticas, a cena que ele aplaude dentro da cadeia e sua reação na cena da explosão do hospital.



Robocop (1987)

Na cena em que Boddicker é preso, ele chega na delegacia e dá uma bela cuspida com sangue na papelada que está no balcão. Tudo por conta de uma surra que levou do Robocop.







Uma Linda Mulher (1990)

Edward (Richard Gere) presenteia Vivian (Julia Roberts) com uma bela jóia, mas fazendo uma gracinha, Richard Gere fecha a caixa assustando Julia Roberts. Eis que surge a risadinha mais frescurenta da história do cinema.






 Debi e Loide (1994)

Ao dar carona para o vilão, Loide (Jim Carrey) pergunta se ele já ouviu o som mais irritante do mundo, então faz um som bizarro com a voz. A cara inesperada de Debi (Jeff Daniels) mostra que nem ele esperava esta improvisação de Carrey.





Gênio Indomável (1997)

Uma tremenda improvisação, que o terapeuta (Robin Williams) conta para Will Hunting (Matt Damon) sobre a flatulência noturna da esposa, que até assustava o cachorro. Ambos riem muito de verdade na cena. Robin Williams também faturou o Oscar por este filme.








O Resgate do Soldado Ryan (1998)

Mais uma cena de improvisação com a participação de Matt Damon, onde seu personagem conta para o capitão Miller (Tom Hanks) as confusões que passou com os irmãos antes de irem para a guerra.








Star Wars Ep. V - O Império Contra-Ataca (1980)

Mais uma demonstração de grande atuação, onde Harrison Ford encarnou de vez seu personagem Han Solo.

Nesta cena, a princesa Lea (Carrie Fisher) se declara em público dizendo "eu te amo". Solo deveria responder na mesma medida, mas ao invés disso solta um egoísta "eu sei".




Cães de Aluguel (1992)

Na cena em que Mr. Blonde (Michael Madsen) decepa a orelha do policial, ele a pega e pergunta, "você pode me ouvir agora"?

Uma brincadeira criativa e macabra do ator, que rendeu uma cena fantástica no filme.






O Iluminado (1980)

Um grande ator, coloca uma cena imortal em um filme, correto?

Jack Torrance (Jack Nicholson), começa a cortar a porta com um machado e enfia a cara na abertura lascada, ele profere uma frase que se tornou popular por Ed McMahon no The Tonight Show com Johnny Carson - "Aqui está o Johnny!"
 

  


Blade Runner (1982)

Rutger Hauer parece ter absorvido todo o drama de seu personagem, o replicante Roy Batty.

Em um monólogo emocionante, o personagem deveria dizer até: "Todos esses momentos se perderão no tempo ...", mas, em seguida, Hauer acrescenta a expressão espontânea e filosófica "... como lágrimas na chuva."



 Laranja Mecânica (1971)

Kubrick filmou essa cena várias vezes e não estava feliz, até que ele disse ao ator Malcolm McDowell para apenas "fazer o que quisesse".

McDowell iniciou a cantoria "Singing in the Rain" e Kubrick ficou tão satisfeito com o quão melhor a cena tornou-se que ele adquiriu os direitos para usar a música imediatamente.



 


Taxi Driver (1976)

Mais uma vez, um grande ator monta uma cena imortal.

Travis Bickle (Robert De Niro) discute com a própria imagem no espelho "está falando comigo"?








O Silêncio dos Inocentes (1991)

Anthony Hopkins, mesmo aparecendo pouco tempo no filme, foi o suficiente para lhe render um Oscar. Ao descrever seu macabro gosto culinário, ele solta um horripilante "Hsssss" causando arrepios em toda a platéia.






6 comentários:

  1. Nossa, são geniais essas !

    http://www.aparelhosmodernos.com/

    ResponderExcluir
  2. vou enaltecer o que mais destes caras (atores) conheçem o temo....FAN e ou FÃ.. eu sou deles

    ResponderExcluir
  3. tem a cena de leonardo dicaprio no filme django livre bate a mão na mesa e corta a mão;mesmo sangrando continua cena com improviso!

    ResponderExcluir
  4. Na verdade a contribuição de Rutger Hauer no filme Blade Runner foi muito maior que uma frase. Todo aquele monólogo foi criado por ele na hora da filmagem. O texto original pode ser visto nos extras do DVD e além de chatos, não tinham nada a ver com o que foi para as telas.

    ResponderExcluir
  5. Dinheiro na net 100 % seguro aqui no link a baixo.
    http://www.fanslave.net/ref.php?ref=663163&lan=es

    ResponderExcluir

Gostou? Comente: