terça-feira, 28 de maio de 2013

Como estão hoje algumas crianças que fizeram sucesso

Macaulay Culkin

Com seus papéis em "Esqueceram de Mim" e "Riquinho", Macaulay foi considerado a maior revelação infantil desde Shirley Temple. Aposentou-se aos 14 anos, mas ele ainda fez pequenas aparições na mídia. Em 2004, ele foi preso em Oklahoma por posse de drogas. Recentemente, ele se mudou para um apartamento com o músico Pete Doherty.

Christina Ricci

Christina foi capaz de fazer uma boa transição de seu estrelato infantil para a carreira adulta. Depois de "Família Addams" e "Gasparzinho" ela seguiu bem sua carreira, atuou em filmes como "A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça" e "Monster".

Haley Joel Osment

Haley recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu papel em "O Sexto Sentido". Em 2010, graduou-se na Tisch School of the Arts da Universidade de Nova Iorque. Haley continua trabalhando em filmes e vozes para animações.

Mary-Kate and Ashley Olsen

Essas gêmeas idênticas se tornaram conhecidas e adoradas pelo papel de Michelle Tanner em "Três É Demais". Após a oitava e última temporada da série, as gêmeas continuaram atuando em filmes, mas, desde então, se aposentaram e se dedicaram a lançar uma linha de roupas e compraram a empresa Dualstar Entertainment Group.

Hilary Duff

Estrela teen Hilary Duff teve sua grande oportunidade como "Lizzie McGuire". Desde a sua adolescência, ela apareceu em filmes independentes e "Gossip Girl", lançou linhas de roupas e coleções de perfume, escreveu livros. Atualmente, ela está casada com o jogador de hóquei canadense Mike Comrie e, juntos, eles têm um filho.

Raven-Symone Christina Pearman

A carreira de atriz de Raven começou em seu papel Olivia em "The Cosby Show". Aos 13 anos, ela conseguiu um papel coadjuvante em "Dr. Dolittle". Daí finalmente ela teve um papel principal na série da Disney "As Visões da Raven". Desde então, ela lançou vários álbuns e realizou o personagem principal da Broadway "Sister Act".


Corey Feldman


Corey Feldman Scott começou sua carreira na idade de três anos, mas foi em "Os Goonies" e "Conta Comigo" que sua carreira mirim decolou. Fez ainda "Os Garotos Perdidos" e "Meus Vizinhos São Um Terror". Mas o garoto foi crescendo e sua carreira sendo apagada exatamente porque foi se tornando um adulto. Agora, um marido, pai e ambientalista, Feldman não desistiu e já soma mais de 80 filmes.


Menção Honrosa:


Mickey Rooney

Com pais atores, não foi nenhuma surpresa que o jovem Joe Yule Jr. fez sua estréia no palco com a idade de apenas 15 meses. Ele se tornou conhecido por cerca de 50 comédias do cinema mudo entre 1927 e 1933. Dentre tantos trabalhos ao longo de 9 décadas, com seus 93 anos de idade ainda se encontra ativo no cinema de forma surpreendente, aparecendo no filme "Uma Noite no Museu" e lançando este ano pelo menos mais um filme.

sábado, 25 de maio de 2013

Critica de Velozes e Furiosos 6

Lembre que não precisa concordar com o que falo abaixo, as opiniões de todos podem ser respeitadas, basta abrir espaço para uma discussão sadia.

Lembro a 12 anos atrás, quando lançaram o primeiro filme Velozes e Furiosos, a expectativa de todos era enorme, principalmente em ver grandes carros colocados em corridas ilegais de rua. Porém a história de pano de fundo não foi a esperada, a velha história clichê do policial infiltrado em uma gangue, se apaixonando pela irmã do "vilão", descobrindo que o tal "vilão" tinha seus motivos para ser um "fora-da-lei bonzinho", acabou apagando o que nós fomos realmente assistir no cinema.

Mas depois de filmes muito ruins, como o 2° e o 4°, e alguns bons como o 3° e o 5°, o que dizer sobre o 6°?

Sinopse: Desde que Dom (Vin Diesel) e Brian (Paul Walker) dizimaram o império de um chefão da máfia no Rio de Janeiro, sua equipe faturou US$ 100 milhões e nossos heróis se espalharam pelo mundo. Mas viver para sempre em fuga e não poder retornar para casa deixaram suas vidas incompletas.
 
Enquanto isso, Hobbs (Johnson) tem acompanhado por 12 países uma organização de pilotos mercenários mortalmente qualificados, cujo mentor (Luke Evans) é auxiliado por uma cruel ajudante, Letty (Michelle Rodriguez) - que Dom achava estar morta. A única maneira de parar esses criminosos é vencê-los em uma corrida de carros nas ruas, por isso Hobbs pede que Dom recrute sua equipe de elite em Londres. Pagamento? Retirar todas as queixas de crimes para que eles possam voltar para casa, e reunir com suas famílias novamente.


O fato, é que Velozes e Furiosos sempre teve excelentes sequencias de ação, perseguições, mulheres bonitas, lutas e carros espetaculares, mas todos esses filmes nunca tiveram de fato o que acho ser o mais importante do cinema: um bom roteiro.

Dentro de seis filmes, alguns bons, outros ruins, esta sexta parte até diverte e é muito exagerado... muito exagerado mesmo. Encarado como entretenimento puro sem precisar do cérebro, é um ótimo filme.

Nos faz sentir uma certa pena dos personagens, que nunca conseguem encontrar a paz. Mesmo após o roubo milionário no Brasil, com tanto dinheiro não conseguem sumir de vez, sempre precisando se reorganizarem e partir para missões de alto risco. Falando sério, é muito clichê ver filmes que caras com grandes habilidades especiais, cada um em sua área, vão cumprir uma missão para serem recompensados com a liberdade, mesmo cometendo graves crimes no percurso.

Ao ver um trailer de um novo Velozes e Furiosos, podemos ver as pessoas no cinema dizendo a mesma coisa: "De novo"? Ao assistir o filme, vemos que tudo é como sempre foi. Para quem gosta é um prato cheio.

Do elenco, nada mais do que o esperado, as mesmas atuações sem sal e as caras de "eu sou malvado" nas cenas de ação. Ao menos as cenas de luta e dos carros (incluindo a cena fantástica do Tanque) fazem valer a pena o ingresso. O trabalho de direção e produção, é sempre algo que tem a obrigação mínima de acrescentar algo na franquia, afinal, se fazem um novo filme, quer dizer que algo melhor deve ser inserido.

Velozes & Furiosos 6 Trailer Legendado

Como um todo, a franquia já estava desgastada a algum tempo, a média de um filme a cada dois anos está saturando algo que desde o primeiro filme já não era um trabalho tão digno de sequencias.


Critica dos filmes das Férias Frustradas


Curtiu o vídeo? Comente:

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Morgan Freeman dorme durante entrevista


A idade vem chegando, a disposição diminuindo. Morgan Freeman, vencedor do oscar, é hoje um "tiozão" de 75 anos que está entre os maiores atores de cinema em atividade. Poucos em todo o mundo possuem seu talento.

Mas com tanto talento, Morgan Freeman também é um ser humano. O problema é que ele caiu no sono durante a entrevista sobre seu novo filme Truque de Mestre, enquanto seu colega de trabalho Michael Caine falava que as cenas de mágica dos personagens foram feitas "na raça", sem efeitos de computador.

A cena é engraçada e nos dava vontade de ir lá cutucar o grande Freeman para ele não pagar esse mico.

Arrumem uma xícara de café para Morgan Freeman.
 

terça-feira, 21 de maio de 2013

Alguns vilões mal-vestidos do cinema

Abaixo alguns vilões com péssimo gosto:

Nome: Duende Verde
Filme: Homem-Aranha (2002)
Problemas: Mais parecia um vilão de um capítulo dos Power Rangers. Embora seu planador seja digno de aplausos, o traje foi decepcionante.






Nome: Destruidor
Filme: As Tartarugas Ninja (1990)
Problemas: Por algum motivo, o figurino saiu muito errado. O Destruidor mal podia mexer a cabeça sem ter o medo de decepa-la, traje muito desconfortável e evidente de um orçamento apertado.




Filme: O Justiceiro (2004)
Problemas: Não esteve assim tão absurdamente longe do que foi criado nos quadrinhos, a questão é que a camisa com listras mais finas mostrada no filme, lembra mais uma versão bombada de "Onde está Wally"?




Nome: Cain Marko: Juggernaut
Filme: X-Men - O Confronto Final (2006)
Problemas: A versão do filme ficou muito a desejar. Em vez de um vilão "bad-ass" indestrutível, ele ficou mais com cara de um gladiador de filme de 3ª categoria.





Nome: Dr. Victor Fries: Mr. Freeze
Filme: Batman & Robin (1997)
Problemas: Placas de plástico e cromado em sua armadura o fazia parecer mais com um brinquedo Hasbro do que um vilão para ser levado a sério.

Nome: Harvey Dent: Duas Caras 
Filme: Batman Eternamente (1995)
Problemas: Não é a toa que consideramos um motivo de vergonha as obras do Batman que o diretor . Neste caso o vilão Duas Caras mais parecia com uma metade promotor e outra metade cafetão.




Nome: Bane
 Filme: Batman & Robin (1997)
Problemas: Mais um problema que surgiu nas pérolas de Joel Schumacher, desta vez Bane lembra mais um lutador mexicano de luta livre com canudinhos. Faltou o boné com suporte para duas latas de cerveja.





Nome: Dra. Pamela Lillian Isley: Hera Venenosa 
Filme: Batman & Robin (1997)
Problemas: Como você consegue deixar Uma Thurman não atraente? Coloque nela uma roupa de mergulho verde e uma peruca vermelha extremamente ridícula.

Nome: Edward Nigma: Charada
Filme: Batman & Robin (1997)
Problemas: Está certo que a roupa do Charada no papel não parece tão feia, mas no filme ganhou um verde gritante e cabelos cor de fogo, mais lembram um Curupira muito doido.
Nome: Comandante Cobra 
Filme: G.I. Joe - A Origem de Cobra (2009)
Problemas: Para finalizar, vemos o grande Comandante Cobra colocar em sua cabeça uma peça de plástico ridícula que nem merece comparações. Apenas nos faz rir... muito!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Critica do filme O Reino Escondido


Uma adolescente é magicamente transportada para um universo secreto e vai precisar contar com a ajuda dos seres fantásticos que o habitam para conseguir salvar o mundo dos humanos e esse novo reino que ela descobriu de uma força maligna, que ameaça destruir a Terra.

Confesso que me assustou um pouco conhecer uma animação sem ao menos nem ter visto o trailer. Mas eu soube que Chris Wedge (A Era do Gelo) estava na direção do filme, então chamou a atenção.

Um 3D bem feito, cenas muito boas de vôos e perseguições. O cenário combina completamente com a profundidade do 3D e a interação dos personagens. Foi algo bonito de se ver em uma animação.

Infelizmente o filme caiu em desvantagem em um dos requisitos mais importantes do cinema: o roteiro, com a velha luta entre o bem e o mal contada sempre na segurança de seguir a receita do feijão com arroz e também possui o requisito do "amor jovem". Embora eu ache que está acima da média comparando com animações lançadas recentemente, pois criou sua própria mitologia.

Com um pano de fundo já conhecido, personagens secundários para alívio cômico que já até esperamos que apareçam e momentos para refletir com frases bonitas. Tudo isso já era esperado, mas mesmo assim o filme diverte.


É um bom filme para a família, vale o ingresso por ser uma boa diversão, embora a fórmula da história ser a mesma que já vimos tantas vezes. Se quiser fazer valer a pena, confira o filme em uma sala 3D.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Fatos estranhos ou curiosos sobre filmes da Disney

Alguns momentos estranhos ou curiosos em filmes da Disney

 
O tapete do macabro hotel em que o pequeno Danny anda de triciclo tem a mesma estampa do que Buzz e Woody passeiam. Assustador, pra dizer o mínimo.

 
O filme de 1946 da Disney nunca chegou a ser lançado em vídeo nos EUA. O longa retratava a relação escravo-senhor como algo agradável e até positivo.

As orelhas do Mickey em Cinderela
 
Disney era conhecida por esconder o símbolo de seu personagem mais famoso em suas animações. Em Cinderela, as orelhas são formadas por bolhas de sabão e podem ser vistas horizontalmente na cena em que a moça lava o chão.

 
Se você for pensar, não é assim tão estranho, já que as duas histórias se passam na França, mas não deixa de ser uma agradável surpresa.

Aladdin e o racismo
 
Na canção original da abertura de Aladdin, chamada “A Noite na Arábia”, um trecho dizia “onde eles cortam a sua orelha se não gostarem da sua cara. É bárbaro, mas hey, é a nossa casa”.  Dessa vez, o estúdio corrigiu antes do filme ser lançado, mudando a frase para “onde é plano e imenso e o calor é intenso. É bárbaro, mas hey, é a nossa casa”.

O bule e a xícara de A Bela e a Fera em Tarzan
 
Os divertidos objetos animados de A Bela e a Fera marcaram presença em Tarzan sendo batucados por Terk. Dá até para ver a borda quebrada da pequena xícara.

A história da menstruação
 
Sim, esse era o título de uma animação da Disney produzida em 1946 que foi exibida em escolas nos EUA para ensinar moças sobre menstruação, bebês e maternidade.

A Fera em Aladdin
 
Olha a Fera aí, entre os brinquedos do Sultão de Aladdin.

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Cenas marcantes que não estavam no roteiro

Segue uma lista de cenas incríveis de filmes que não estavam em seus roteiros.

Os Caçadores da Arca Perdida - 1981

Teria uma luta, porém no dia de filmagem, Harrison Ford estava se sentindo mal e encontraram a solução mais fácil.
 O Poderoso Chefão (1972)

Verdade seja contada, o gato nunca foi parte do roteiro original. Alguns relatos dizem que o felino pulou no colo de Marlon Brando, pouco antes do início das filmagens. Outros relatos dizem Marlon Brando encontrou o gato perambulando pelo set, pegou ele e deu-lhe uma ponta no filme.




O Fugitivo (1994)

Tommy Lee Jones faturou um Oscar neste filme, não foi a toa. Em uma ótima improvisação, quando o personagem do Dr. Richard Kimble (Harrison Ford) lhe aponta uma arma e se declara inocente, ele responde: "I don't care", ou "eu não me importo".





O Cavaleiro das Trevas (2008)

Heath Ledger, faturou um Oscar neste filme mesmo após sua morte. Muitos pensam que foi por "dó", mas não... sua interpretação de Coringa foi uma obra de gênio.

Duas cenas marcaram improvisações fantásticas, a cena que ele aplaude dentro da cadeia e sua reação na cena da explosão do hospital.



Robocop (1987)

Na cena em que Boddicker é preso, ele chega na delegacia e dá uma bela cuspida com sangue na papelada que está no balcão. Tudo por conta de uma surra que levou do Robocop.







Uma Linda Mulher (1990)

Edward (Richard Gere) presenteia Vivian (Julia Roberts) com uma bela jóia, mas fazendo uma gracinha, Richard Gere fecha a caixa assustando Julia Roberts. Eis que surge a risadinha mais frescurenta da história do cinema.






 Debi e Loide (1994)

Ao dar carona para o vilão, Loide (Jim Carrey) pergunta se ele já ouviu o som mais irritante do mundo, então faz um som bizarro com a voz. A cara inesperada de Debi (Jeff Daniels) mostra que nem ele esperava esta improvisação de Carrey.





Gênio Indomável (1997)

Uma tremenda improvisação, que o terapeuta (Robin Williams) conta para Will Hunting (Matt Damon) sobre a flatulência noturna da esposa, que até assustava o cachorro. Ambos riem muito de verdade na cena. Robin Williams também faturou o Oscar por este filme.








O Resgate do Soldado Ryan (1998)

Mais uma cena de improvisação com a participação de Matt Damon, onde seu personagem conta para o capitão Miller (Tom Hanks) as confusões que passou com os irmãos antes de irem para a guerra.








Star Wars Ep. V - O Império Contra-Ataca (1980)

Mais uma demonstração de grande atuação, onde Harrison Ford encarnou de vez seu personagem Han Solo.

Nesta cena, a princesa Lea (Carrie Fisher) se declara em público dizendo "eu te amo". Solo deveria responder na mesma medida, mas ao invés disso solta um egoísta "eu sei".




Cães de Aluguel (1992)

Na cena em que Mr. Blonde (Michael Madsen) decepa a orelha do policial, ele a pega e pergunta, "você pode me ouvir agora"?

Uma brincadeira criativa e macabra do ator, que rendeu uma cena fantástica no filme.






O Iluminado (1980)

Um grande ator, coloca uma cena imortal em um filme, correto?

Jack Torrance (Jack Nicholson), começa a cortar a porta com um machado e enfia a cara na abertura lascada, ele profere uma frase que se tornou popular por Ed McMahon no The Tonight Show com Johnny Carson - "Aqui está o Johnny!"
 

  


Blade Runner (1982)

Rutger Hauer parece ter absorvido todo o drama de seu personagem, o replicante Roy Batty.

Em um monólogo emocionante, o personagem deveria dizer até: "Todos esses momentos se perderão no tempo ...", mas, em seguida, Hauer acrescenta a expressão espontânea e filosófica "... como lágrimas na chuva."



 Laranja Mecânica (1971)

Kubrick filmou essa cena várias vezes e não estava feliz, até que ele disse ao ator Malcolm McDowell para apenas "fazer o que quisesse".

McDowell iniciou a cantoria "Singing in the Rain" e Kubrick ficou tão satisfeito com o quão melhor a cena tornou-se que ele adquiriu os direitos para usar a música imediatamente.



 


Taxi Driver (1976)

Mais uma vez, um grande ator monta uma cena imortal.

Travis Bickle (Robert De Niro) discute com a própria imagem no espelho "está falando comigo"?








O Silêncio dos Inocentes (1991)

Anthony Hopkins, mesmo aparecendo pouco tempo no filme, foi o suficiente para lhe render um Oscar. Ao descrever seu macabro gosto culinário, ele solta um horripilante "Hsssss" causando arrepios em toda a platéia.






terça-feira, 14 de maio de 2013

Angelina Jolie faz cirurgia para previnir câncer de mama!

Angelina Jolie passou recentemente por uma mastectomia dupla depois que testes genéticos determinaram que a atriz tinha alta probabilidade de desenvolver câncer de mama. Mastectomia é o nome da cirurgia de remoção completa da mama. É um dos tipos de tratamento cirúrgico para o câncer de mama.


 A vencedora do Oscar revelou a notícia em uma coluna do New York Times intitulada "My Choice Medical", dizendo que ela queria evitar o mesmo destino de sua mãe, que morreu aos 56 anos após lutar contra o câncer de ovário quase uma década.

"Eu queria dizer às outras mulheres que a decisão de ter uma mastectomia não foi fácil. Mas é que eu estou muito feliz com o que eu fiz ", disse Jolie. "Minhas chances de desenvolver câncer de mama cairam de 87 por cento para menos de 5 por cento. Eu posso dizer a meus filhos que eles não precisam temer que vão me perder para o câncer. "

Surpreendentemente, um dos seres humanos mais assistidos do planeta foi capaz de manter seu tratamento completamente secreto por três meses de cirurgia, apesar de ser seguida em todos os lugares que vai. Sua revelação voluntária agora poderia levantar uma quantidade astronômica de consciência - potencialmente salvar a vida os outros que não estão familiarizados com este tipo de teste ou medida preventiva.

Ela disse que a principal preocupação é ajudar pessoas de baixa renda. "O custo de testes está em mais de US $ 3.000 nos Estados Unidos, continua a ser um obstáculo para muitas mulheres."

E vindo de uma celebridade, muitas vezes classificada como uma das mais belas mulheres do mundo, Angelina Jolie poderia ter uma influência favorável profunda sobre aqueles que enfrentam o mesmo tratamento.

Brad Pitt mostra que fez muito para ajudá-la através de uma série de procedimentos árduos, que começaram no dia 02 de fevereiro e terminou no dia 27 de abril. "Então, para quem tem uma esposa ou namorada passando por isso, saiba que você é uma parte muito importante do processo de transição", diz Brad Pitt.

Próximo papel no cinema de Jolie será como a personagem-título em Maleficient da Disney, uma releitura da história de A Bela Adormecida a partir do ponto de vista do vilão. Está previsto para estrear em julho de 2014.

domingo, 12 de maio de 2013

Atores de Férias Frustradas 30 anos depois

O tempo passa para todos.

(Clark)
 
Beverly D'Angelo (Ellen)

 

(Aldrey)

Randy Quaid (Eddie)

  1908-2001 (Tia Edna)

(Garota da Ferrari)

Miriam Flynn (Catherine)

Eugene Levy (Vendedor de carros)

Jane Krakowski (Vicki)

John P. Navin Jr. (Dale - difícil achar fotos por sua "aposentadoria" em 1993)

John Candy 1950-1994 (Guarda Lasky)

 
Eddie Bracken 1915-2002 (Roy Walley)


Frank McRae (Guarda Grover)

James Keach (Policial rodoviário)